Aldeia de Chiqueiro. Localizada no coração da Serra da Lousã, arrisco a afirmar que, Chiqueiro, é da mais remotas aldeias do “grupo” Aldeias do Xisto. E também, certamente, uma das mais pequenas. E, talvez, por tudo isso e também pela surpresa da descoberta, uma das mais encantadoras.

Fica relativamente perto das aldeias de Casal Novo e Talasnal. A estrada que dá acesso à aldeia, termina da aldeia. Uma estrada muito bonita, entre uma floresta densa ao melhor estilo de bosque. Ao chegar perto da aldeia, os sons da natureza misturam-se de forma harmoniosa com o chocalhar do rebanho que dá as boas vindas a quem chega. Foi, para mim, impossível ficar indiferente ao movimento do rebanho pela serra. Não é estranho para mim ver um rebanho, mas existem cenários onde a sintonia entre actores (neste caso cenário + rebanho) parece perfeita, tipo cenário de filme ou pintura de quadro/retrato. Estacionei o carro, encostei-me a ele, subi o fecho do casaco, suspirei e aproveitei o momento. Por ali, no meio desta simplicidade genial, fiquei largas dezenas de minutos, a apreciar as chamadas “coisas simples da vida”.

Na aldeia existem algumas opções para ficar alojado numa das casinhas locais, que mais parecem casas de bonecas saídas de um filme de fantasia. Recomendo a experiência.

 

 

Esta história pertence ao projeto Retratos do Centro de Portugal. Vão ser construídos 365 retratos, 365 pequenas histórias, sobre toda a grande Região Centro de Portugal. Podem consultar todos os retratos aqui.

 

HOME    HISTÓRIAS

AUTOR    PRESS   

CONTACTOS

facebook  /  instagram  /  twitter

O Meu Escritório é lá Fora!, todos os direitos reservados © 2019