Aldeia de Figueira. Típica aldeia dos confins da Beira Baixa. Pertence à freguesia de Sobreira Formosa e ao Concelho de Proença-a-Nova. Pertence, desde 2007, à rede de Aldeias do Xisto. Passei por lá, pela primeira vez, no primeiros dias de Primavera do ano 2019.

Como alguém da minha terra diria: “Figueira é uma aldeia das antigas”. Parece que parou no tempo. No melhor sentido que essa expressão “parou no tempo” pode carregar. Ruas estreitas, casas em pedra, silêncio quase total, animais a deambular pelas ruas e ribeira de águas cristalinas a circundar a aldeia. Muitos fogem a sete pés de lugares como este. Para outros, aldeias como a de Figueira, são sinónimo de pequenos édens. Cada vez mais, me incluo no segundo grupo. Adoro, de coração, lugares como este, onde tudo parece mais genuíno e a vida passa mais devagar e com diferente sentido.

A aldeia é rodeada de pequenos campos de cultivo, onde o olival é predominante. Outra das curiosidades da aldeia, são os pequenos portões de madeira, que fecham algumas das duas ruas estreitas. Dizem que era para não permitir a entrada dos lobos.

Vale a visita.

 

coordenadas: 39.752200, -7.852350

 

 

Esta história pertence ao projeto Retratos do Centro de Portugal. Vão ser construídos 365 retratos, 365 pequenas histórias, sobre toda a grande Região Centro de Portugal. Podem consultar todos os retratos aqui.

HOME    HISTÓRIAS

AUTOR    PRESS   

CONTACTOS

facebook  /  instagram  /  twitter

O Meu Escritório é lá Fora!, todos os direitos reservados © 2019