Aldeia da Dez. É Aldeia do Xisto pertence ao aglomerado de aldeias da Serra do Açor. Pertence ao concelho de Oliveira do Hospital e é uma das portas de entrada para um clássico chamado Serra da Estrela.

Sou uma pessoa romântica, quase em tudo. No que escrevo, na forma como falo, na minha relação com o próximo o próximo e também na avaliação do que sinto de cada vez que piso uma aldeia que parece que estar escondida entre socalcos da serra, bem no centro de Portugal. Romântico ao ponto de sentir que o ar é mais puro, o tempo passa mais devagar, a comida é mais saborosa e as que as pessoas são mais simpáticas, genuínas e calorosas. Bem, foi todo este romance que senti ao chegar à Aldeia da Dez. Uma aldeia que mais parece um miradouro de grande amplitude para a serra. 

A minha passagem por esta aldeia foi fugaz, lá está, como muitas paixões a associadas aos melhores romances e aos mais sentidos românticos. Na passagem fugaz deu para ver e sentir, que muito além da amplitude da vistas para serra, cada ruela, cada porta, cada pedaço património, escondem e revelam, quase instantaneamente, pedaços de uma grande e curiosa história desta particular aldeia.

A vale a visita, nem que seja só para encher os pulmões de ar puro.

 

 

 

 

Esta história pertence ao projeto Retratos do Centro de Portugal. Vão ser construídos 365 retratos, 365 pequenas histórias, sobre toda a grande Região Centro de Portugal. Podem consultar todos os retratos aqui.

 

HOME    HISTÓRIAS

AUTOR    PRESS   

CONTACTOS

facebook  /  instagram  /  twitter

O Meu Escritório é lá Fora!, todos os direitos reservados © 2019