Nota: este é um artigo sentimental (provavelmente, o texto mais deprimente jamais escrito por mim). Estou farto de duas coisas. A primeira é o frio. A segunda é ouvir falar no frio. (sim, se estou farto não devia estar a falar sobre ele, mas tenho esperança que este texto acabe com todas a conversas sobre este mal de Inverno)

Nós, portugueses, somos malta de se queixar com pouco. Estão 10 graus lá fora (sim, no meu escritório 😉 ) e está um frio desgraçado. Seria, certamente, um assunto para uma boas horas de conversa com habitante da Noruega ou então um simples “tá calado, isso é tempo de andar calções e manga à cava”.  (nem vou mencionar um habitante da Sibéria, porque com esse era uma machadada na barriga no final da primeira frase, naquela em que franzia o nariz a queixar-me do frio). 

Cá em casa, começámos com uma manta, depois passámos para o aquecedor, seguiu-se manta e aquecedor e agora já vamos em manta e aquecedor, mas sentados no chão com os pés colados ao aquecedor, numa briga discreta para ver quem toca mais vezes com o pé no aquecedor. (sim, já andamos a procurar um aquecedor mais potente 😉 ) Já pensei várias vezes, com aquele olhar melancólico, que seria a pessoa mais feliz do mundo se tivesse uma lareira ou até mesmo uma fogueira em casa. Não só porque se está muito quentinho ao pé destes artefactos dos primórdios do Mundo, mas porque sinto que afastam o frio. Sim, estou estranho.

Mas o pior disto tudo, minha gente e colegas cheios de frio, é que não está assim tanto frio. Mas sinto muito frio e isso deixa-me confuso. Não me apetece correr, não me apetece andar de bicicleta, não me apetece nadar, só me apetece viajar. Mas viajar, para onde está calor. Mesmo no Meu Escritório, no meio desta depressão invernal, só me vêm à cabeça temas como “lugares para visitar com lareira”, “10 casacos para comprar neste Inverno” ou “Onde está Sol e calor, agora?”.

Já pensei que a culpa é do Verão. Não deveria ser tão quente. Chega a esta altura e a malta sofre. Não há casaco que aguente (ou que resolva) uma mudança dos 40º para os 5º. Faz o Inverno parecer o inferno ou uma maratona em que já estamos fartos de correr, cansados e cheios de sede, e nunca mais vemos a meta (neste caso, o Verão 😉 ). Shame on you, Verão!

Mas como gosto muito do Verão, também já pensei em culpar as pessoas que falam de frio nesta altura (ou seja, todas as pessoas). Esta coisa do efeito espelho faz sentido e já pensei que se ninguém falasse nisso, nesta altura andaria de calções e sem frio nenhum. Certamente estaria mais positivo.

Nota: isto amanhã passa. 😉 (pena é que passa porque tem que passar e não porque chegou o Verão 😉 )



INSTAGRAM



 

Comentários

comments