Fátima. Existem clichés, mesmo que enormes e fugindo completamente à vanguarda, não podem ser ignorados. Fazer um viagem pelo Médio Tejo e não visitar Fátima, é pior que ir a Paris e não ver a Torre Eiffel. Podemos não voltar lá, mas não podemos ignorar.

Pessoalmente, gosto muito de ir a Fátima. Não sou um religioso efusivo. A última vez que fui a uma missa, excluindo casamentos e batizados, teve ter sido na minha primeira comunhão. Ou seja, no século passado. Mas acredito nas minhas coisas e tenho a minha fé, em algo que vai além da vista. Em qualquer das minhas viagens, seja para que coordenada do mundo, existem dois lugares que procuro sempre visitar: o mercado e o lugar religioso. Se no mercado sinto o fogo e a essência do lugar, no lugar religioso (seja uma igreja, um templo ou uma mesquita) sinto paz e conexão com o território. Em Fátima, mesmo sendo “minha” e não estranha à vista, sinto sempre uma paz difícil de descrever, mesmo com todo o aparato comercial que ela carrega. 

Fátima, vai muito além do santuário e dos seus majestosos edifícios. Curiosamente, nunca entrei na nova basílica. Há uns tempos ouvi dizer que alguém andava a vender ar de Fátima em frasquinhos. Uma ideia tão descabida como genial. Mas acho que é mesmo isso que me seduz e atrai em Fátima. Nunca conheci Fátima sem o santuário ou sem ser um lugar religioso, mas o ar de Fátima é algo que me tranquiliza. Sim, agora devo estar a parecer meio alucinado, mas é verdade. Acredito que iria gostar daquele lugar mesmo ser uma entidade religiosa de alta patente. 

Depois, Fátima, é um lugar do mundo. Num dia banal, sem ser o dia 13, ou sem ser em Maio, é delicioso ver pessoas do mundo a vaguear por ali. Algumas devotas, outras apenas curiosas, e outras a desfrutar do ar de Fátima, tal como eu. 

 

 

coordenadas: 39.631371, -8.672878

Esta história pertence ao projeto Retratos do Centro de Portugal. Vão ser construídos 365 retratos, 365 pequenas histórias, sobre toda a grande Região Centro de Portugal. Podem consultar todos os retratos aqui.

HOME    HISTÓRIAS

AUTOR    PRESS    CONTACTOS

facebook  /  instagram  /  twitter

O Meu Escritório é lá Fora!, todos os direitos reservados © 2019