retratos do centro de portugal

coimbra, a minha segunda cidade

Coimbra. Cidade dos estudantes e onde se canta a saudade. Também é a minha cidade, faz parte da minha história.

Sempre tive um fascínio por Coimbra. É fácil perceber porquê. Acredito que fascínio viva em muitas almas sonhadoras. Uma cidade carismática, com uma história que se perde no tempo, uma cidade bonita, onde o conhecimento impera, uma cidade muito maior do que a cidade onde nasci, mas, ao mesmo tempo, uma cidade familiar, onde os vizinhos se conhecem. Vivi em Coimbra cerca de 6 anos, onde estudei para ser Engenheiro. Detestei a ideia do Engenheiro. Adorei Coimbra. Deu-me muito.

Às vezes penso nas cidades como pessoas. Penso como elas seriam se fossem pessoas. Acredito que, se Coimbra fosse uma pessoa, seria aquela com quem todos gostam de estar. O mais divertido da festa, o mais sábio e, ao mesmo tempo, aquele que é gentil e amigo. É assim que vejo Coimbra.

Coimbra faz parte de mim e daquilo que eu sou. O regresso vai ser sempre uma constante. Não como a visita a velho amigo, mas como a visita a uma segunda casa, onde aquela sensação de conforto se sente e não se explica.

2019

Esta história pertence ao projeto Retratos do Centro de Portugal. 365 retratos, 365 pequenas histórias, sobre o que faz da região Centro de Portugal um lugar diferente. Podem consultar todos os retratos aqui.

HISTÓRIAS RELACIONADAS

HISTÓRIAS RELACIONADAS

FONTES

CAMBAS

AGROAL

facebook  /  instagram

O Meu Escritório é lá Fora!, todos os direitos reservados © 2020

Share This