CASTELO DE VIDE

Castelo de vide

“Confesso que sou um bom amigo. Também sou um bom confidente e sei guardar um segredo. Isto quando existe uma partilha e um pedido de confidencialidade. No que toca a mim e nas minhas coisas, sobretudo nas boas e nas que me entusiasmam, confesso que a tarefa de “guardião de segredos” se reduz a um protocolo insignificante. Não consigo guardar um segredo e sou o que se diz por aí, “um livro aberto”. Quem não é como eu, no que toca às suas coisas, e sabe, talvez como ninguém, guardar um segredo, é Mértola. Quer dizer, não o esconde num baú inalcançável, não faz dos seus segredos algo secreto, mas sim algo sagrado. Quase como, e aproveitando uma linha de um qualquer guião de um bom filme de suspense, “só conto segredos a quem se mostrar digno de os receber”. Traduzindo por pequenas palavras o que acabei de transmitir neste périplo chamado introdução, Mértola é muito maior do que aquilo que, aparentemente, revela ser.”

____

Episódio 1: Castelo de Vide – uma breve história

O primeiro encontro.

____

Episódio 2: Aldeia de Póvoa e Meadas

Os lugares são feitos de pessoas.

____

Episódio 3: Rio Sever – o rio que se vê sem ver

O lado abstrato da vida de um rio que marca uma fronteira.

facebook  /  instagram

O Meu Escritório é lá Fora!, todos os direitos reservados © 2020

Share This