Estive no passado fim de semana no Torre de Palma Wine Hotel. Fica entre a aldeia de Vaiamonte e a vila de Monforte. Alto Alentejo. Começo por antecipar o resultado final. Absolutamente fantástico.

Um dos meus planos para 2016, é viajar mais (sim, eu sei que já ando sempre de uma lado para o outro 🙂 mas tem que ser mais), ter muito mais vezes o “meu escritório lá fora”. Como o ano começa no dia 1 e o dia 1 este ano foi para estar em casinha com a família a comer fritos, o dia 2 pareceu-me o mais indicado para começar a viajar. E porque, por vezes grandes viagens não envolvem grandes distâncias, resolvi fazer um viagem de cerca de 90km para Sul até ao Torre Palma. E em muito boa hora o fiz, na companhia da minha adorada companheira de vida, a Liliana (lembram-se de uma frase que já repeti várias vezes: “a felicidade só é verdadeira, quando partilhada”, sabe bem partilhar o Meu Escritório 😉 ).

Eu adoro o Alentejo. Sinto-me muito bem lá, não me sinto estranho, sinto-me confortável (e a comida e o vinho, ajudam 😉 ).

Por vezes o “ter tudo para correr bem”, pode correr mal, uma região que gostamos, um hotel bom, etc, as nossas expectativas estão quase a tocar no céu, e pode ser difícil lá chegar. Mas não foi o caso (felizmente), neste caso as expectativas até foram superadas (difícil de acontecer). Que lugar maravilhoso, meus Deus.

Bem, vamos ao que interessa, o Torre de Palma Wine Hotel 🙂 . Como disse fica entre Vaiamonte e Monforte, e cerca de 2km afastado da estrada principal (temos de seguir por uma estrada de terra batida, calma, não é preciso levar um jipe, a estrada é boa). O hotel fica a cerca de 300m das ruínas romanas de Torre de Palma, ruínas que me levaram a conhecer o hotel, ainda em construção, em 2013 na viagem de bicicleta até Vila Real de Santo António. Mesmo em construção, fiquei, na altura, logo com a pulga atrás da orelha, e fui seguindo o “nascimento” deste hotel, sempre com o desejo de o conhecer verdadeiramente (ou seja, ficar lá!!). O complexo Torre de Palma junta o moderno e o confortável, sem perder a conexão com o tradicional, com o Alentejo. No total tem 19 quatros, divididos entre 4 tipologias, 8 casas alentejanas, 5 lofts rurais (o que me calhou! 😉 ), 5 quartos no antigo celeiro e 1 suite principal. Tem uma vinha e uma adega (que produz vinho marca Torre de Palma), tem uma horta (muito bem cuidada e muito bonita), tem uma capela, tem um bar, tem salas comuns (a Liliana adorou, são muito bonitas, cheias de pequenos pormenores na decoração, ligados à ciência e a viagens),  boxes para cavalos, uma piscina exterior, um SPA com um piscina interior (daquelas que eu gostaria de ter em minha casa! ;)), um restaurante chamado Basilli (inspirado no nome de uma família romana que por ali viveu) e uma Torre (de Palma) com uma vista maravilhosa (não sei, mas a nossa vista (e eu vejo mal 🙂 ) deve alcançar uma distância de aproximadamente 100km sobre a planície alentejana).

Como já disse, a mim calhou em sorte (boa) um loft rural, mas concretamente o Prata, com o número 12. Portanto, com propriedade, posso falar sobre este (acho que todos são diferentes, por isso existem 18 boas razões para voltar! 😉 ). É super agradável, tem duas entradas (duas portas) uma para o pátio principal e outra para a horta, tem uma lareira de chão (tipicamente alentejana), uma decoração super (super) bem conseguida, e é super confortável e acolhedor (chega a mim aquele sentimento “sinto-me em casa” ou “gostava que o meu quarto, em minha casa fosse assim”, deve ser mais a segunda hipótese 🙂 ). Eu ligo muito a cheiros, quando lá chegamos, o pormenor das velas acessas com cheiro suave, faz, para aqueles como eu, toda a diferença (os lençóis também cheiravam muito bem 🙂 ).

Apesar de o quarto ser muito confortável, rapidamente saímos dele, começamos por uma subida à torre, que tem uma vista fabulosa, num dia de céu limpo (que não era o caso, 2 de Janeiro, lembram-se) o nascer do Sol e o pôr do Sol, devem ser dois momentos a não perder. Passámos pelas ruínas (sem entrar, já estavam fechadas), pelas vinhas, pela piscina exterior (muito bonita, no meio da vinha, mas fica para o Verão uma passagem por lá mais duradoura 🙂 ), pela zona dos cavalos (estavam 3 cavalos nas boxes, com destaque para um deles, de uma simpatia extrema, que levou a Liliana a cometer a loucura de se aproximar dele a uma distância de quase 5 metros (acho que é recorde pessoal! 🙂 ) e para terminar o passeio em beleza, terminamos na piscina interior do SPA. Que maravilha. Confesso, que com o frio que estava lá fora, a minha vontade não era grande, a Liliana insistiu, eu lá fui, e ainda bem que fui. Água quente, sala cheia de janelas que dá para ver as vistas e sentir que lá fora está um frio do diabos. Foi até ficar com a pele enrugada. Muitíssimo bom.

Depois foi sair do SPA, banho e ir jantar ao Basilli. E não é que o restaurante está ao nível do resto do Hotel. Sopa de Tomate Alentejana, Bife Tártaro regado com Gin Sharish (gin alentejano, recomendado por mim, numa lista com 10 produtos nacionais) e uma sobremesa (que não lembro o nome) com sericaia, ameixa e gelado de limão (muito bom). Tudo isto regado com um tinto Torre de Palma (igualmente ao nível dos acontecimentos).

Já me esquecia, outro ponto a favor, a internet WI-FI funciona bem em quase todo o complexo, apesar de estarmos em 2016, é raro encontrar.

No que toca a coisas interessantes fora do hotel, fica a “dois passos”:

  • da vila de Alter do Chão, com a interessante Coudelaria de Alter;  
  • da cidade de Elvas, Património Mundial (não é preciso dizer muito mais);
  • de Vila Viçosa, onde o Palácio Ducal merece a visita (antiga casa de campo dos reis do nosso Portugal);
  • das interessantes vilas de Campo Maior e Estremoz, boas terras, para provar bom vinho.

Preços (porque a malta tem de fazer contas, mas acreditem vale o investimento (é um investimento em nós)):

A noite do Torre Palma, por quarto, com pequeno almoço, anda na volta dos 150€.

Um jantar no Basilli, cerca de 25€ por pessoa, com vinho.

Contatos (para saberem como lá chegar):

Herdade de Torre de Palma Monforte
7450-250 Monforte
+39° 4′ 6.17″, -7° 29′ 20.85″
+351 245 038 890

http://www.torredepalma.com

Em resumo:

Fabuloso. E…merece um, vão já para lá imediatamente!

IMG_5188_Fotor

IMG_3631_Fotor_Fotor

IMG_3623_Fotor_Fotor

IMG_3639_Fotor_Fotor

IMG_3646_Fotor_Fotor

IMG_3700_Fotor_Fotor

IMG_3728_Fotor_Fotor

IMG_3747_Fotor_Fotor

IMG_3763_Fotor

IMG_3768_Fotor_Fotor

IMG_3789_Fotor_Fotor

IMG_3961_Fotor_Fotor

IMG_3812_Fotor_Fotor

IMG_3851_Fotor_Fotor

IMG_3973_Fotor_Fotor

IMG_3982_Fotor_Fotor

IMG_5247_Fotor

IMG_5230_Fotor

IMG_5231_Fotor

IMG_5210_Fotor

Comentários

comments