Algarve, Hotels, Travel

Hotel cheio de estilo no Algarve? Tivoli Victoria!

O Tivoli Victoria não brinca aos hotéis. Não é daqueles hotéis de 5 estrelas que durante a nossa estadia pensamos “podia ter 4 estrelas”. Arrisco a dizer que está mais próximo do 5,5 do que do 4,5 😉 . Fica em Vilamoura, no meio de um campo de golf com cheiro a mar, e aqui percebi o que era a tal coisa do luxo.

Chegamos (eu e a Liliana) ao hotel na passada 6a feira à noite para o curta estadia até Domingo. Ou seja, duas noites para sentir o lusco-fusco “estás de férias mas não estás” (sendo que a parte de “não estás” não interessa para nada). Como o tempo era curto e a vontade de o viver era grande, tinha que ser um tiro certeiro e o Tivoli Victoria correspondeu com grande elevação. Confesso que sou um verdadeiro camaleão, nesta coisa dos hotéis/alojamentos, adapto-me facilmente e sinto-me bem em diferentes ambientes, deste que tenha qualidade, desde um parque de campismo a um hotel de 5 estrelas. Existem momentos em quero estar mais próximo da natureza, outros em que o hotel só serve para ir lá dormir, e outros em quero estar num hotel a viver o chamado “com tudo a que tenho direito”, estar descansadinho e não me preocupar com muito. Aqui aplica-se o último ponto.

Levamos quase à risca o “não fazer nada em grande estilo”. Levantar, tomar um pequeno almoço gigante e para ir para a piscina com vontade de ficar. Aqui levantou-se o único “problema” do último fim de semana, escolher entre duas piscinas com aspecto de “quero levar para casa”. A primeira e maior do hotel, muito bonita, grande, com umas belas e confortáveis camas à volta dela, sendo que nesta toda a gente podia entrar (toda a gente, incluí crianças). A segunda, mais pequena, mas igualmente bonita, com uso exclusivo para maiores de 16 anos. O factor de desempate foram a palmeiras do primeira (sempre gostei de ambientes tropicais 😉 ). Deitamos numa bela cama redonda, com jornais e livros para o dia, que iria oscilar entre leituras, mergulhos e sestas. Eram 9h30 e estava tudo bem. Às 10h30 chegaram as crianças (que gosto muito) e começaram os concursos de bombas para a piscina. Olhamos um para ou outro e dissemos “vamos até à outra piscina que aqui está muito sol” 😉 . O resto do dia (na piscina dos adultos), foi o cumprir do plano (leituras, mergulhos e sestas) mas sem bombas, pontapés de bicicleta e pistolas de água (vai chegar o meu tempo 😉 ).

Entre as leituras, mergulhos e sestas, de vez em quando com uma pausa (desta canseira 😉 ) para uma ou outra bebida e uma refeição ligeira num dos bares de apoio (são 2) às piscinas, lá se passou o dia com o sentimento de dever cumprido, tal como quando colocamos o telemóvel a carregar e no final dá sinal de bateria carregada. Era tempo de voltar ao quarto, para banhos e colocar uma roupa bonita para o jantar no EMO, restaurante de autor no interior do hotel.

No EMO encontramos um espaço ao nível do hotel, super boa pinta, onde o pormenor impera. A vista de final de parte, para a piscina e para os campos de golf ajudam ao sentimento de satisfação. Entusiasmados com o ambiente do EMO (que cumpre o promete, no que toca a boas EMOções), escolhemos o menu degustação Momentos, num total de 7 pratos que anunciavam uma viagem pelos sabores e tradições de Portugal. Ceviche de corvina com figo de pita e algas, vieira e sapateira com caviar de tomate, presunto pata negra com tosta de orégãos, robalo corado com ar de bivalves, leitão crocante com estufado de favas, sopa e texturas de framboesas, e para finalizar um conjunto de mousses e gelados de chocolate. Brilhantemente acompanhados por vinhos (rosé, branco e tinto) alentejanos do Monte do Cabeção. Que momento bem passado, daqueles que fica na secção das boas memórias, o espaço, o serviço (e simpatia de quem servia, incluindo o chef que a cada prato vinha à mesa fazer uma breve descrição), a comida (absolutamente fabulosa) e claro, a companhia 😉 . Foi muito mais do uma refeição, foi uma viagem, foi uma experiência, foi um momento, daqueles que fazem sentir vivos e que é tão bom viver. Se o Tivoli Victoria é muito bom, este EMO não se fica atrás (na verdade são um belo complemento, embora possa ir jantar ao EMO sem estar alojado no hotel).

Em jeito de conclusão, a experiência Tivoli Victoria é daquelas que nos deixam de sorriso na cara. Por momentos cheguei a pensar “eu não só gostava de voltar ao Tivoli Victoria, eu gostava de viver no Tivoli Victoria”.

DCIM126GOPRO

HTV_QuartoDuplo2

DCIM126GOPRO

DCIM126GOPRO

DCIM126GOPRO

DCIM126GOPRO

DCIM126GOPRO

IMG_1249

DCIM126GOPRO

piscina

1014292_596202840399974_1381524059_n

cevi

golf

 

IMG_1108

CONTACTOS


Av dos Descobrimentos nº 0
8125-309 Vilamoura, Portugal
GPS: 37º 06′ 15. 66″ N, 08º 08′ 30. 41″ W

Tel: (+351) 289 317 000
Fax: (+351) 289 317 345
E-mail: moc.s1487587929letoh1487587929ilovi1487587929t@air1487587929otciv1487587929th1487587929

Comentários

comments

Previous Post Next Post

também vai gostar