VIAJAR A PÉ

VIAJAR A PÉ

10 RAZÕES PARA NÃO O FAZER

8 EXPERIÊNCIAS

8 EXPERIÊNCIAS

RIBATEJO

VIAGENS PARA 2017

VIAGENS PARA 2017

PORTUGAL

Casa do Foral. Casa do séc. XIX, convertida em Turismo de Habitação. Com traço ribatejano, mas com alma multicultural. Fica em Rio Maior, Ribatejo, a 25km da capital de distrito, Santarém. Tem coração ribatejano, mas é inspirada (ou influenciada) por diferentes culturas e paisagens. Fica na “porta” Sul do, interessantíssimo, Parque Natural das Serras d’Aire e Candeeiros, e a “dois passos” da Costa Atlântica (Peniche, Foz do Arelho e Nazaré, por exemplo). Dois pontos, culturalmente, bem distantes da Lezíria, touros, cavalos e Fandango do Ribatejo. Estas diferentes influências tornam difícil revelar um identidade forte, mas não vejo isso como READ MORE

Share:

Isto é mesmo verdade. Casei-me ontem com a minha Liliana. No dia de aniversário dela. Tudo isto em segredo.

Já disse várias vezes. A nossa história dava um filme. 

Começámos a namorar no dia 13 de Abril de 2003, tínhamos 18 anos. Nunca mais nos separámos. Somos muito diferentes, mas as virtudes de um encaixam na perfeição nos defeitos do outro. Acho que formamos uma bela equipa e acabámos por crescer juntos. Vivemos muito, já passámos por muitas coisas boas e más. Embora às vezes me lamente de tanta acção, a nossa vida nunca foi monótona, sempre tivemos algo com READ MORE

Share:

A minha comparsa desta viagem e aventura, que é a vida terrestre, faz anos hoje. Não digo quantos, apenas digo que esta bem estimada. 😉

Passamos este dia, juntos, há 13 anos. Uma vida portanto. (já são quase metade dos anos que tenho) Já vivemos tantas coisas, que qualquer dia vai dar mesmo um livro.

Hoje é dia de lhe dar muitos beijinhos, mas até aqui no Escritório ela merece uma referência, carregada de mérito, no dia de hoje. Há uns tempos disse que no Meu Escritório (é importante este ponto, porque em casa é diferente 😉 ) eu sou READ MORE

Share:

Ler. Esta coisa de viajar sem sair do lugar, que muito vezes nos levam, literalmente, a sair do lugar. A literatura de viagem, a mim, sempre me inspirou. Julgo que teria sido bem diferente. Agradeço a alguns autores (não falo com eles, muitos já não pertencem ao Mundo terrestre…mas agradeço-lhes 😉 ), quase todos dias, pela inspiração.  Espero, de coração, mesmo que em pequenas coisas, conseguir inspirar. Pelo menos, com um simples “é possível!”. 

Espero, sinceramente, que sigam esta minha recomendação. Tão ou mais importante do que recomendar destinos. Ler é, também, sonhar. Poderão encontrar o vosso próprio destino. Sim, READ MORE

Share:

Sou ribatejano, mas sempre tive uma afinidade muito grande com o Alentejo. Gosto daquilo. Sobretudo, sinto-me muito bem por lá.

O tempo passa devagar, a comida é muito boa e as pessoas são de uma simpatia extrema. Depois é uma região enorme, com uma diversidade enorme (quer dizer, enorme é o Sahara. É enorme, para o tamanho que tem Portugal 😉 ). Tem rio, mar, planície e serra, não esquecendo um imenso legado histórico. Na cultura e no património edificado.

Vou sugerir 6, mas podiam ser 150.

#VISITAR UM CASTELO (também vale palácios)

Poderia estar aqui um bom bocado a READ MORE

Share:

Fotografia em viagem. Epá, é das coisas que mais gosto de fazer na vida (estive aqui uns 5 minutos a pensar nisto e é verdade, está no topo). Video em viagem, gosto de assistir aos (bons) que os outros fazem. Estou em fase de teste, espero chegar lá. 😉

Existem duas máximas que podem ser aplicadas aqui. A primeira, “uma imagem vale mais que 1000 palavras”, quer dizer, não bem assim 🙂 mas uma boa imagem vale muito e é, claramente, um bom apoio para 1000 boas palavras. A segunda, “o material tem sempre razão”, a expressão não aplicada exactamente neste READ MORE

Share:

Eu vivo em Abrantes. Sou originário (com muito orgulho) de uma pequena freguesia do concelho, chamada Rossio ao Sul do Tejo. Vivo bem no centro do país. Não vejo o mar todos os dias, nem existe nenhum centro comercial por aqui. Pasmem-se. Sou feliz.

Esta coisa de ter um Escritório lá Fora como profissão, permite-me liberdade, quase total, no que toca à escolha do local para viver. Poderia, por exemplo, ter a base do Meu Escritório numa praia das Filipinas ou da Costa Rica, desde que tivesse acesso à internet. Simples. Mas em vez de uma praia paradisíaca, escolhi Abrantes READ MORE

Share:

Isto de viajar a pé tem que se lhe diga. Quer dizer, não é uma ciência, mas o nosso corpinho vai estar exposto a muito coisa. Coisas boas, como só uma viagem a pé pode dar. O tempo vai passar mais devagar e vai ser certamente um experiência incrível, com os nossos sentidos a funcionarem como uma máquina bem oleada. Mas isto de viajar a pé também vai expor o corpo a coisas menos boas (sim, as famosas bolhas nos pés 😉 ). E é sobretudo sobre essas coisas menos boas que hoje vou escrever umas coisas.

Vou sugerir 10 READ MORE

Share:

O famoso Dia dos Namorados, está aí à porta. É um dia que apela ao consumismo? Sim. Este dia foi inventado por alguém que precisava muito de vender alguma coisa? Sim. Não vais ser por este dia ser mais assim ou assado que a tua cara metade vai gostar (aquele gostar a sério 😉 ) mais de ti? Sim. Se não fizeres alguma coisa de diferente neste dia a tua namorada/esposa vai deixar de te falar durante um dia ou dois? Sim!!!!

É com base na última frase, que senti necessidade de escrever este texto. Sim, eu também tenho uma READ MORE

Share:

Já todos devem saber que adoro os Açores. Acho que são um pequeno (grande) paraíso. Considero a ilha de São Miguel a grande culpada desta minha admiração pelas ilhas do Atlântico. Correu tão bem a primeira viagem, que, dede aí, quero sempre voltar e conhecer tudo.

Visitei São Miguel pela primeira vez em 2015. E ainda hoje me pergunto: “como é possível não ter lá ido antes?”. Ok, fica no meio do atlântico (o Oceano, não o Pavilhão) mas é Portugal e fica a 2 horas de viagem (a partir de Lisboa). Passados dois ou três dias na ilha e READ MORE

Share:
Page 2 of 2912341020...Last »