A Inês é portuguesa, vive em Santiago do Chile há 3 anos e adora viajar! Partilha as suas histórias de viagem no blog Racing Mackerel Diaries (vale a pena visitar!!). Já viveu em Espanha, Granada e Madrid, e viveu 3 meses em Silicon Valley (uahh!!) nos Estados Unidos. Isto claro, fora de Portugal, onde também já viveu 🙂 . Interessante, não? E parece-me que não vai ficar por aqui. 

Nos tempos livres 🙂 , porque sonhar ocupa muito tempo, é financeira (de profissão). ( estou a escrever e só me estou a lembrar do programa “Portugueses pelo Mundo”…acho que é parecido, tipo versão escrita)

»PELA INÊS


Santiago do Chile é uma cidade que está mais longe do que parece. Está à altura da cidade do Cabo quando uma pessoa vê a latitude (sim, bem ao Sul). Isolada pela cordilheira dos Andes, rodeada por montanhas e é isso que a faz tão especial. 

Quando cheguei ao Chile há 3 anos atrás, não tinha nenhuma imagem na minha cabeça sobre como era o Chile, nem como era Santiago, imaginava algo como o México, casinhas baixas, comida “callejera”, calor e ritmos latinos…Pois… não tem nada a ver!

Santiago pode visitar-se bem em 2 ou 3 dias, é uma boa cidade para viver, tem zonas muito modernas de edifícios altos espelhados, tanto é assim que se compara com Manhattan e se chama Sanhattan!

Para quem está de viagem… é certamente uma boa cidade de passagem apenas (para ir à Patagonia, ou ao Deserto de Atacama, ou à região dos lagos… ou até a Valparaíso!), isso porque não é barata e porque se visita rapidamente! Mas há experiências que não podes perder.

12140682_889876204395718_4364829524177148337_n

»PARA FAZER


Subir o Cerro de San Cristóbal – Subir o Cerro San Cristobal é toda uma experiência. Pode-se subir a pé, em funicular que sobe pelo meio das árvores e em breve em Teleférico (novamente!). Caminhando mais um pouco chega-se ao Santuário da Inmaculada Concepción onde podem encontrar uma estátua de Virgem Maria que abre os braços para a cidade! O que vale a pena é a vista desde lá de cima. O cerro é o maior parque urbano da cidade, local predilecto para os desportistas ao fim do dia e passeios familiares ao fim-de-semana! No Verão abrem as piscinas públicas e podes nadar na piscina e desfrutar as vistas para os glaciares!!! Sim, de Santiago (e do alto do Cerro) podes ver até glaciares no cimo dos Andes! Ahh e tens de provar o “mote com huesillos” bebida típica que vendem no alto do Cerro para recuperar energias! 🙂

Sky Costanera – Abriu recentemente. É a alternativa urbanita (ao Cerro) para ver as vistas. Sobes de elevador os 67 andares da torre mais alta da América Latina, e já está, vês todo Santiago! Tem menos graça (que o Cerro), mas se estiveres com pouco tempo e só te interessar ver as vistas, é uma opção rápida e eficaz!

Visitar La Chascona – La Chascona é uma das 3 casas-museu de Pablo Neruda (há uma em Santiago, outra em Valparaíso e outra em Isla Negra junto à praia). A casa é especial, fala da vida desde boémio poeta, dos seus amores e viagens. Podes fazer um tour guiado que te explicam a história dos principais objetos, o sentido de humor do poeta nas paredes e a história de uma época!

Passear pelo Centro, Palacio de la Moneda, Plaza de Armas, Paseo Ahumada, Cerro Santa Lucia – É um passeio que se faz muito bem a pé e onde poderás sacar toda a essência de Santiago. O Palácio de la Moneda era onde antes se cunhava a moeda, mas é hoje a casa presidencial e pode visitar-se! Caminhando pode chegar-se a Plaza de Armas e é obrigatório dar uma volta completa a praça. Tem animação de rua para turistas, exposições de arte “callejera” e até “velhinhos a jogar xadrez”! Subindo pelo Paseo Ahumada chegarás até ao Cerro Santa Lucia em que podes subir até ao castelinho lá no alto.

Tomar um “café com pernas”Também no centro… não podes perder esta experiência pelo exótico e único que o conceito é! É um conceito que só existe mesmo no Chile. São cafés cujas moças que atendem servem cafés vestidas com mini-saias bem curtas…tão curtas, que se chamam “cafés con piernas”!! Consta que começaram a surgir num momento em que o sector das cafeterias necessitava uma reactivação…então surgem estes cafés para atrair a população masculina onde só podem olhar… enquanto degustam um bom café e voltam para os seus trabalhos mais contentes!

                              @chrisfaraway.wordpress.com

                              @www.skycostanera.cl

»PARA COMER


Boca Nariz – Fica no Bairro Lastarria, o meu bairro preferido!! No Boca Nariz poderão degustar os melhores vinhos (têm mesmo provas no menu) com as melhores tapas. As “cucharitas de morcilla” são imperdíveis!!

Chipe Libre –  Fica ao lado do Boca Nariz. Chipe Libre tem os melhores cocktails de Pisco – o destilado nacional!! E comida fusão chilena-peruana.

Mestizo –  No cimo do Parque Bicentenário têm o Mestizo. Um restaurante muito agradável, com vistas ao parque e com o meu “crudo” preferido.

Étniko O Étniko é uma referência de boa qualidade e bom preço. Poderás degustar uns cocktails óptimos, tiraditos de atum e salmão, sushi, woks… hummm!!

Patio Bellavista É um pátio de comidas, ou seja tem várias opções para comer ao ar livre, lojinhas de “recuerdos” e é muito virado para o turista! Ahh…quase em todo lado falam português pois estão muito habituados ao turista brasileiro.

Mercado Central – É um mercado de peixe com um pátio cheio de restaurantes também com muitos pratos típicos e de peixe. É bastante turístico também, mas menos “pomposo”, mais rústico e autêntico.

Restaurante-BocaNariz-34

Mercado-Central-2

                              @www.conchaytoro.com

»PARA DORMIR


Hotel Cumbres Lastarria – Bonito novo hotel em plena rua principal deste mini bairro.

The Singular Lastarria –  O primeiro hotel de The Singular a ficar conhecido foi o da Patagonia, o de Lastarria não tem as mesmas vistas…mas não descuida o serviço ao cliente.

Apart-Hotel en Lastarria – Há bastante oferta de apart-hotéis no bairro lastarria também e pode ser uma solução mais conveniente.

2241284-Hotel-Cumbres-Lastarria-Hotel-Exterior-2-RTS

FP_L9819

»COMPRAS


Mercado La Vega não é um mercado turístico, nem de “regalitos”, é o mercado abastecedor de Santiago de frutas e hortaliças. Pode não comprar lá nada, mas dar um passeio e beber um sumo natural de frutas é obrigatório! (até às 14h todos os dias!)

Feria Artesanal Santa Lucia – mas se o que quiseres for mesmo comprar uns “recuerdos” em conta, então tens de passar na Feria Artesanal de Santa Lucia onde vais encontrar ponchos, chapéus, brincos e pulseiras de cobre, imanes…tudo o que possas imaginar.

Mercado Artesanal Los Dominicos Está um pouco mais fora de mão, mas é um “pueblito” muralhado em que dentro tens um centro de artesanato onde podes encontrar quadros, bancos típicos mapuches, telares, etc.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

                              @ultimateguidetochile.com

DSC_0042

                               @santiagotourist.com

Comentários

comments

Share:
Written by Carlitos
Nascido e criado em Rossio ao Sul do Tejo, Abrantes, onde vive, tem alguma dificuldade em definir-se profissionalmente, por isso muitas vezes diz ser sonhador profissional. Esta faceta de sonhador levou-o a fugir de ser Eng. Civil e a criar o seu Mundo encantado com um projeto chamado O Meu Escritório é lá Fora!, que é, entre outras coisas, um blog onde relata as suas aventuras, viagens e sonhos. A coisa (o blog) tornou-se tão séria, que em Fevereiro de 2016 foi votado como o 7º Melhor Blog de Viagens do Mundo.