Guides, Indonésia, Travel

O Meu Escritório em Bali, pela Miriam Augusto

Miriam Augusto, profissão: viajante! (o texto de apresentação da Miriam poderia ser só este, que já seria grandioso 😉 ). A Miriam, aveirense de naturalidade, é CEO e líder de viagens de aventura na agência de viagens Wanderlust (um exemplo claro, de como saber juntar o útil ao agradável), pelo ainda pública histórias de viagem (com Bali incluído) no blog Salty Soul Journeys

Comigo, a Miriam, partilha uma característica: sonhadora (viajante, era demasiado cliché 😉 ). Daquelas que persegue os sonhos até ao fim do Mundo (ou até Bali, na Indonésia).  

Podem conhecer Bali com a Miriam (eu sinto-me tentado 😉 ). Para saber mais clica aqui.

PELA MIRIAM


Bali, esse pedaço de Terra desenhado com praias mundialmente famosas e paisagem tipicamente vulcânica alternando com encostas cobertas de floresta habitada por macacos, absorve-nos e transporta-nos a um mundo de tradições milenares, patente em coloridas cerimónias, danças dramáticas e maravilhosos templos.

A fascinante Ilhas dos Deuses, apraz tanto aventureiros, como quem procura um cantinho mais recatado para relaxar. Entre a azáfama de Kuta, a boa vibração da Peninsula de Bukit e a espiritualidade de Ubud, torna-se difícil não trazer Bali no coração com a promessa de voltar.

PARA FAZER


Surf – Bali é o destino de sonho de qualquer surfista graças às suas ondas mundialmente famosas. A ponta Sudoeste da Península da Bukit, é onde fica a mítica Uluwatu, o famoso break, que tem atraído surfistas de todo o mundo desde os anos 70. Ainda que seja quase que reservada a prós, há praias mais a norte ideais para quem quer dar os primeiros passos nesta modalidade. Para tal, recomendo a praia de Legian.

Praia – Para os amantes de praia como eu, Bali reserva-nos autênticos paraísos dignos de postais. Uma vez mais destaco a Península de Bukit. Aqui, para além dos famosos e já mencionados surf breaks mundiais, encontram-se praias que são autênticas pérolas de areia branca e águas turquesa. Começando em Jimbaran, passando por Balangan, Dreamland, Impossibles, Bingin, Padang Padang e acabando na mítica Uluwatu, não há como ficar indiferente ao exotismo que todas nos oferecem.

Templos – Bali, de norte a sul da ilha, está cheia de templos maravilhosos para ver e explorar. Na zona de Ubud o meu preferido é o Tirta Empul, onde por mais de 1000 ano os Balineses Hindus se banham nas águas sagradas para cura e purificação espiritual. Já na zona de Canggu, destaco o Tanah Lot, construído sobre uma formação rochosa no meio do mar. Ao fim do dia, com o pôr-do-sol como pano de fundo, é uma das visões mais espetaculares na ilha. Um pouco mais a sul, fica o Templo de Uluwatu, erguido sobre a falésia com vista para o mar. Uma vez mais o pôr-do-sol faz magia e à mediada que o dia se despede, é possível assistir, diariamente, a uma das minhas preferidas expressões culturais Balinesa, a Kecak & Fire Dance.

Trekking – O vulcão Batur é o destino em Bali quando se pensa em trekking. Erguendo-se a 1717 metros, a altura mais apreciada para esta atividade é durante o nascer-do-sol, arrebatando qualquer um com as maravilhosas vistas que rodeiam a cratera e o lago.

Cycling – Para os amantes de exploração da natureza em bicicleta, um dos melhores locais para o fazerem é em Ubud. A descoberta das zonas rurais por entre campos de arroz verdejantes e plantações de café, baunilha, cacau entre outras é absolutamente fantástica e ao mesmo tempo uma excelente forma de mergulhar na cultura Balinesa, passando por pequenas vilas e convivendo com os locais.

Expressão cultural – As danças Balinesas são uma forte expressão artística e religiosa na ilha, reunindo em si expressão dramática, música e dança. Todos os dias, em vários templos, é possível assistir a uma destas performances sendo as mais encenadas a Dança Barong, Legong e a Kecak & Fire. Um espetáculo poderosíssimo e absorvente a não perder!

IMG_3444

IMG_7676

IMG_8636

IMG_2458

PARA COMER


Night market (Kuta) – Para quem andar pelo vortex de Bali, sugiro uma visita ao Night Market. Pequenos warungs servem comida típica a um preço bastante acessível e bem deliciosa. Há ainda uma casa de sumos naturais baratíssimos e extramente bons.

Tropical Bali Restaurant (Ubud) – Não sendo de todo um dos locais mais baratos para uma refeição um Ubud, vale muito a pena pela qualidade. Localizado bem no centro da cidade, aqui a comida típica balinesa é confecionada de forma deliciosa e com excelente apresentação.

Single Fin (Uluwatu) – O Single Fin é um espaço localizado no topo da falésia com vista para o famoso break de Uluwatu. Atrevo-me a dizer que é o Bar/Restaurante com a melhor vista de todo o sempre. Embora a comida não seja a típica balinesa e os preços não sejam do mais acessível que se encontra, é definitivamente um espaço que emana uma boa vibe e merece uma visita. Ver o pôr-do-sol aqui acompanhado por uma Bintang, ficará certamente na memória.

IMG_2530

11752461_870438859688947_2433691596237131809_n

PARA DORMIR


Sal Secret Spot (Bingin) – Jamais poderia deixar de mencionar o Sal gerido por um simpatiquíssimo casal português, o Miguel e a Sandra. Decoração lindíssima, ambiente bastante descontraído e confortável e agora com vista para a maravilhosa e tranquila praia de Bingin, é o local ideal para quem quer ficar hospedado na Península de Bukit.

Tanaya Bed & Breakfast (Legian) – Para os amantes de agitação noturna, Kuta é o lugar para ficar. No centro da ação e a cerca de 10 min a pé da Legian Beach, encontra-se o Tanaya. Preços médios, muito confortável e com staff super atencioso, é a minha recomendação.

Kamandalu Resort and Spa (Ubud) – Ubud tem alojamentos fantásticos, muitos deles a uns meros 5 minutos de carro do centro da cidade. Localizado no meio dos lindíssimos arrozais que adornam Ubud e com piscina para refrescar nos dias mais quentes, o Kamandalu Resort and Spa é o local ideal para relaxar em comunhão com a natureza, num espaço extremamente acolhedor e confortável.

4368930_orig

villa102

COMPRAS


Ubud Art Market – O Mercado de Arte de Ubud, para além de ser um ponto de visita obrigatório na cidade, é também o local ideal para quem quer fazer compras. Localizado em frente ao Ubud Palace, ruas cheias de vendedores exibem lenços de ceda, sacos de tecidos feitos à mão, cestas ou chapéus, estátuas, quadros pintados e muitos outros produtos artesanais confecionados nas aldeias vizinhas.

Legian Street – A Legian Street é o local ideal para quem procura marcas de surf. Aqui encontram-se algumas lojas de marcas oficiais, não sendo os preços muitos mais acessíveis do que cá.

Kuta Art Market – Kuta, também tem o seu próprio Mercado de Arte localizado na junção da Jalan Bakung Sari e da Jalan Kartika Plaza. Uma grande variedade de lembranças e produtos criados localmente podem ser encontrados aqui. No entanto, os preços podem ser um pouco elevados, por isso coloquem a vossa arte regatear em prática.

IMG_8605

Comentários

comments

Previous Post Next Post

também vai gostar