É com extrema felicidade que anuncio a minha entrada para a equipa de viajantes The Wanderlust​ (www.thewanderlust.pt).

Um agência de viagens bastante particular, especializada em viagens de autor. Bastante focada no genuíno e viver os locais como um local.

E em termos práticos, o que isto quer dizer?

Que vou levar um pequeno grupo de pessoas a viajar comigo por alguns dos locais que mais gosto. Parece bem, não? 😉

Posso adiantar que a primeira viagem que podem fazer comigo, já tem data e local, apesar de ainda não estar disponível no site para reserva. Prometo avisar READ MORE

Share:

Faial. Ilha dos Açores, perdida no imenso Oceano Atlântico, de uma beleza incrível.

Esta terra de navegadores, tem tanto de pequeno como de interessante e bonito.

Poderiam ser 80, mas recomendo 8, muito boas, experiências para ter na ilha do Faial.

#TRILHO DOS 10 VULCÕES

Começa na Caldeira do Faial, ponto mais alto da ilha, e termina junto ao mar no Vulcão dos Capelinhos. São 25km de trilho. Um dos mais bonitos que já fiz. Começa no verde imponente do “alguidar” gigante da Caldeira, passa mundos diferentes, com paisagens completamente distintas. Parece que estamos a saltar entre diferentes cenários de READ MORE

Share:

Já todos devem saber que adoro os Açores. Acho que são um pequeno (grande) paraíso. Considero a ilha de São Miguel a grande culpada desta minha admiração pelas ilhas do Atlântico. Correu tão bem a primeira viagem, que, dede aí, quero sempre voltar e conhecer tudo.

Visitei São Miguel pela primeira vez em 2015. E ainda hoje me pergunto: “como é possível não ter lá ido antes?”. Ok, fica no meio do atlântico (o Oceano, não o Pavilhão) mas é Portugal e fica a 2 horas de viagem (a partir de Lisboa). Passados dois ou três dias na ilha e READ MORE

Share:

Sabem aquele brilho nos olhos, que aparece quando falamos de algo que gostamos muito ou que sentimos um orgulho imenso? É isso que me acontece quando falo (ou escrevo) sobre o que Portugal tem para oferecer. Sobre a sua beleza natural e a riqueza cultural. Um imenso e sincero brilho nos olhos (sim, nos dois 😉 ).

Vou sugerir pequenos paraísos para visitar em 2017. (tenham em atenção que existem mais 1000, isto é só para abrir o apetite 😉 )

#FAIAL, PICO E SÃO JORGE

As ilhas do triângulo atlântico são do mais bonito que existe no Mundo. Se READ MORE

Share:

São Miguel, Açores. Uma espécie de paraíso.

Existem pessoas com as quais criamos uma maior empatia. Existem pessoas que, de uma forma natural, conseguem conquistar (quase sempre) empatia por parte de outros. Com destinos (locais) passa-se o mesmo. Existem destinos com os quais criamos uma empatia imediata, muitas vezes sem conseguirmos estabelecer uma razão e, existem destinos que de uma forma bastante natural, tornam a (conquista da) empatia como acontecimento padrão. Comigo, a empatia com São Miguel foi imediata e mais tarde percebi, que de uma forma bastante natural, é quase impossível não criar empatia com São Miguel. Muito confuso? READ MORE

Share:

A Investaçor passou a chamar-se Azoris Hotels & Hotels & Leisure. Não mudou só o nome. Fez todo um rebranding da imagem da nova marca/nome, seguindo-se algumas alterações/remodelações nos seus 3 hotéis (em São Miguel, Terceira e Faial). Para comemorar este acontecimento resolveram não fazer uma festa, resolveram sim, fazer uma festa de arromba!! Melhor que tudo isto, convidaram-me para a festa de arromba (a mim e à minha Liliana, qual Batman e Robin). E, a mim, só me restou dizer presente.

A festa foi no Azoris Royal Garden, em São Miguel. O que me “obrigou” a passar READ MORE

Share:

Entre os dias 30 de Setembro e 7 de Outubro (tinha de voltar no aniversário da minha querida mãe) existe em viagem (no modo descoberta) pelas belíssimas ilhas do Faial, Pico e São Jorge. No ano passado estive pela primeira vez nos Açores, numa épica viagem pela ilha São Miguel. Gostei tanto, que o desejo de conhecer as restantes ilhas nasceu de imediato em mim. Na hora da escolha (da próxima), não existiram grandes dúvidas. Muito pelas recomendações feitas na viagem a São Miguel, confirmadas depois nas minhas buscas (aquelas que alimentam os sonhos). Utilizando uma linguagem selvagem, com uma READ MORE

Share:

6 de Outubro de 2016, 7º dia nos Açores

Caminhava para a última noite nos Açores com aquele sentimento de dever cumprido. Estava a ser uma experiência arrebatadora. Acordei por volta das 8h no Caldeira Surfcamp na mágica Fajã da Caldeira de Santo Cristo. Tinha combinado no dia anterior com o Luís da Aventour, ir-me buscar no dia de hoje, por volta das 13h, na Fajã dos Cubres, saída Noroeste da Fajã da Caldeira. Seria cerca de 1h de caminhada (+- 5km), junto ao mar. Tinha tempo para aproveitar mais um pouco do paraíso onde estava.

Fui dos READ MORE

Share:

5 de Outubro de 2016, 6º dia nos Açores

Tinha chegado no dia anterior à ilha de São Jorge. “Aterrei” no porto de Velas, vindo do porto de Madelena, a bordo do Cruzeiro do Canal, ligeiramente mais pequeno que os seus “irmãos” Gilberto Mariano e Mestre Simão, que poderia antever uma viagem mais agitada, mas o mar estava calmo e a viagem, de cerca de 1h15, foi tranquila. Cheguei a Velas já era noite. O local onde iria dormir, Hotel Soares Neto (simples e eficaz), ficava apenas a 100m do porto, o que facilitou bastante a logística (foi basicamente sair pela READ MORE

Share:

4 de Outubro de 2016, 5º dia nos Açores

Pela primeira vez, durante esta minha viagem, não tinha hora para acordar. Tinha deixado este espaço (a manhã do dia 4) na “agenda”, ou no plano de viagem, completamente livre. No dia anterior tinha subido à Montanha do Pico e não fazia ideia como o meu corpo iria reagir. Pelo sim, pelo não, optei, antecipadamente, por dar descanso a um corpinho provavelmente massacrado.

Mas acordei bem. Por volta das 8h30 já estava de pé e o meu corpo afirmava “estou pronto para outra”. Tive que lhe dizer, “calma! Subir ao Pico, READ MORE

Share:
Page 1 of 212