50 experiências que tem de viver em Portugal. A segunda parte de tão maravilhosa lista. Se quiser ver a primeira, é clicar AQUI.

#APANHAR SOL E MANDAR UNS MERGULHOS NA PRAIA DA BARRA VELHA

Eu pensava que conhecia bem o Algarve, até que, no ano passado, descobri a praia da Barra Velha (como é possível passar 30 anos da minha vida, com esta pérola mesmo ali ao lado e sem dar por ela). Fica em plena Ria Formosa, em frente à Fuseta. Saltou logo para as minhas praias favoritas de todo o sempre. O acesso só é possivel de barco. Para ir, mas com com cuidado.

#ASSITIR A UM JOGO DE FUTEBOL DA DISTRITAL OU INATEL

Esqueça o futebol e o desporto, isto é acto cultural. Uma das formas mais genuínas de conhecer o povo português. Cerveja numa mão, sandes de courato na outra. 2 horas a rir. No final do jogo vale sempre a pergunta: “mas como ficou??” (não interessa!)

#ASSISTIR AO PÔR DO SOL NO CABO SÃO VICENTE

É, na minha opinião, um dos melhores anfiteatros (naturais) do Mundo para assistir ao pôr do sol (atenção que eu já assisti a esse momento em Oia, Santorini, Grécia (um campeão). Sei do que falo 😉 ). Cenário: final de tarde de Verão, sentado com o amor da vida na falésia junto ao farol e depois, a magia a acontecer. Muito bonito. Eu normalmente depois como uma bifana numa das roulotes que lá estão, mas atenção, pode cortar o efeito romântico.

#VER AS ONDAS GIGANTES DA NAZARÉ

Atenção! Ver, (muito) diferente de ir para lá feito maluco para o meio das ondas. Impressionante o poder da natureza. Sentimo-nos pequeninos. Caminhe deste o Sítio da Nazaré até ao farol e lá assista a este espetáculo. Com sorte ainda consegue ver o MacNamara em acção. A melhor altura é em Outubro.

#CONHECER MOSANRAZ E APRECIAR A VISTA PARA O ALQUEVA

Adoro Monsaraz. Esse aldeia/castelo a lembrar cenário de um filme bonito. Como se não bastasse, lá de cima, tem um vista impressionante para a albufeira do Alqueva.

#FAZER A GRANDE ROTA DO ZÊZERE A PÉ (vá, também vale de bicicleta)

Acompanha todo o percurso do, muito bonito, rio Zêzere. Inicio junto ao Vale Glaciar na Serra da Estrela e final da bonita vila de Constância, onde encontra o rio Tejo. Prometo que irão ser 300km (e uns quantos dias) inesquecíveis.

#VER BALEIAS NOS AÇORES

Imagine o que é ter a seu lado um animal lindíssimo com 30 metros de comprimento. Ainda para mais com as ilhas do Açores como pano de fundo. Recomendo que seja feito na ilha do Pico (a vista montanha dá outro charme ao acontecimento) e por volta de Abril/Maio.

#ACAMPAR E ASSISTIR AO 24H FRONTEIRA

Não ir só ver os carros a passar, para a experiência ser verdadeira, tem de ficar lá a dormir. Fique descansado que ninguém lhe vai começar a falar em pistons e valvulinas. Puro divertimento à boa moda portuguesa, num cenário lindíssimo.

#BEBER UM (vinho) ALVARINHO NO MINHO

Casta bem típica da Galiza e do norte de Portugal. Nada melhor que ir ao local do crime, para provar e ver como é feito. Dos meus favoritos, em dias de Verão.

#IR ÀS FESTAS DE SANTO ANTÓNIO EM LISBOA

O título desta experiência poderia ser: “conheça o coração de Lisboa”. Bairros típicos em alvoroço. Um passo de dança ao som do José Malhoa, sardinha assada no pão e vinho tinto traçado (porque a noite é longa e o vinho é mau) no copo. Do melhor e no final da noite até lhe vai doer o maxilar de tanto rir.

#CONHECER O TRIÂNGULO: MOSTEIRO DA BATALHA, MOSTEIRO DE ALCOBAÇA E CONVENTO DE CRISTO (Tomar)

É o chamado ir ao fundo da questão (e conhecer melhor a nossa história). Fabulosos. Ficam, relativamente, perto um dos outros. Dá uma boa road trip de fim de semana.

#COMER UMA SOBREMESA NO RESTAURANTE MERCEARIA GADANHA (Estremoz)

As minhas favoritas. E já que está lá não coma só a sobremesa, tudo o resto também muito bom. Gente muito simpática.

#DESCOBRIR A SERRA DA ARRÁBIDA 

Água azul turquesa é no Caribe? Também. Mas também existe na praias da Arrábida (a água é um bocadinho mais fria). Mas a Arrábida é muito mais do que praias, existe toda uma serra para descobrir, sempre com paisagens de encher qualquer olho.

#SUBIR AO PICO RUIVO

Ponto mais alto da ilha da Madeira. Tarefa difícil, mas memorável. Vai andar, literalmente, acima das nuvens. Ah, é melhor ver a previsão do tempo antes de subir.

#COMER ARROZ DE MARISCO NA NAZARÉ

Um clássico a roçar o cliché. Tipo amor é em Paris e o arroz de marisco é na Nazaré. Vá com fome, que vale a pena.

#DESCOBRIR O TERRITÓRIO ALDEIAS DO XISTO

Uma espécie de pérola por descobrir no centro de Portugal. Mini aldeias muito giras, cheias de histórias e de gente simpática, que vos vai receber como se recebe alguém em sua casa. “Perco-me” muitas vezes por aqui. Sempre que ando por lá, faço a mesma pergunta a mim mesmo:”gosto tanto disto, porque não venho mais vezes?”.

#FAZER O CAMINHO PORTUGUÊS DE SANTIAGO

Ok, acaba em Espanha, mas pode começar na sua casa (em Portugal). Das peregrinações mais fabulosas que existem, para crentes e não crentes. Não acredito em magia (aquela sobrenatural), mas este caminho tem realmente qualquer coisa de muito especial. Recomendo começar no Porto e seguir em direção a Santiago de Compostela. A pé. Este ano vou repetir a dose.

#COMER SOPA DA PEDRA EM ALMEIRIM

Mais um clássico português. Eu nem sou muito de sopas, mas sempre que passo por Almeirim não pode falhar. Peça meia dose ou 1/4 de dose. Que uma dose deve dar para um mês. Ah, pode comer descansado que parte da pedra é só para criar ambiente.

#CONHECER A CIDADE DE VISEU

Escrevam o que vos digo, esta cidade ainda vai dar que falar, turisticamente falando. Andou fora dos guias, mas agora está em força e cheia de pinta. Tem história, tem vinho e vinha (Dão), tem património natural e muita coisa a acontecer. Muito interessante.

#VISITAR AS LAGOAS DA ILHA DE SÃO MIGUEL

Não existe muito a dizer. São lindíssimas. Existem muitas, mas não pode perder os clássicos Sete Cidades, Fogo e Furnas. Para ver de perto e de longe, nos milhentos miradouros que existem.

#DESCOBRIR TRÁS-OS-MONTES

Território com tanto por descobrir, falo por mim. Já andei por em viagens passadas e sempre me deixou surpreendido. Paisagens agrestes e imponentes (o rio Douro por aqui, é digno de um Senhor dos Anéis), pessoas honestas e acolhedoras, e a comida, ai a comida (posta mirandesa a Património Mundial)

#FAZER A MEIA MARATONA DE LISBOA

Foi a única meia maratona que fiz na vida, mas dizem (quem já fez muitas e em lugares diferentes) que é das mais bonitas do mundo e eu acredito. Passar a ponte 25 de Abril a correr é realmente um experiência digna de ser vivida. É aconselhado treinar com força antes de ir, para aproveitar melhor a coisa.

#DORMIR NUM MONTE ALENTEJANO

Deixe o telemóvel em casa, vá com tempo e sem pressa, e de preferência passe por uma adega antes de ir para o Monte. Ao vinho alentejano junte um queijo e um chouriço, e caso seja Inverno a lareira de chão não pode faltar. A tudo isto, junte uma boa conversa e vai sentir que chegou ao paraíso.

#BEBER UM GIN NO PETER’S

Não vale no Peter’s do Parque das Nações, tem que ser no original, na cidade da Horta, ilha do Faial. Verdadeiro bar de navegadores.

#VISITAR ABRANTES

É a minha terra e, para mim, a mais linda. 

 

Comentários

comments